The Widgipedia gallery
requires Adobe Flash
Player 7 or higher.

To view it, click here
to get the latest
Adobe Flash Player.
Get this widget from WidgipediaGet this widget from WidgipediaMore Web & Desktop Widgets @ WidgipediaMore Web & Desktop Widgets @ Widgipedia

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Maior base de dados sobre Portugal já está online

Foi lançada esta manhã a Pordata, uma base de dados de acesso gratuito sobre Portugal Contemporâneo, apresentada como “um serviço público de informação estatística” e criada pela Fundação Francisco Manuel dos Santos.
A Pordata pretende ser a maior base de dados estatísticos sobre Portugal com acesso universal e gratuito. Está disponível a partir de hoje na Internet, em www.pordata.pt/, e é o resultado de uma iniciativa da Fundação Francisco Manuel dos Santos, presidida pelo investigador António Barreto.
Ao aceder ao endereço da base de dados, uma mensagem explica a forma de funcionamento do site. As pesquisa são realizadas por palavra-chave, como em motores de busca como o Google, e existe uma opção de pesquisa avançada, onde é possível pesquisar por datas e outros critérios.
por DN.PT/Lusa

Endeavour Comes Home

With landing gear down, space shuttle Endeavour approaches the Shuttle Landing Facility at NASA's Kennedy Space Center in Florida after 14 days in space, completing the 5.7-million-mile STS-130 mission. Endeavour landed at 10:20 p.m. EST on Sunday, Feb. 21, after delivering the new Tranquility node and its seven-window cupola to the International Space Station. Returning to Earth aboard Endeavour are Commander George Zamka; Pilot Terry Virts; and Mission Specialists Robert Behnken, Nicholas Patrick, Kathryn Hire and Stephen Robinson.

Credit: NASA

domingo, 21 de fevereiro de 2010

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Fernando Nobre candidata-se à Presidência por «imperativo moral e de consciência»

O presidente da Assistência Médica Internacional (AMI), Fernando Nobre, anunciou hoje que se candidata à Presidência da República por um «imperativo moral, de consciência e de cidadania»
 
«Portugal precisa de um Presidente que venha verdadeiramente da sociedade civil, que seja independente, que nada precise da política e que conheça bem o país e o mundo», afirmou Fernando Nobre, na apresentação da sua candidatura às eleições presidenciais de 2011, no Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa.
Lusa / SOL 

MEU COMENTÁRIO:  Temo, com pena minha, que a sua candidatura não tenha sucesso, ou seja, que não ganhe as eleições presidenciais do próximo ano. Se é a vitória que Fernando Nobre pretende. Se é só para abanar as consciências, não é preciso candidatar-se  a coisa alguma. Já o faz com sucesso.
O poder dominante em Portugal, ou seja os lobbies de todos os partidos políticos, não suportam quem em nome de consciência e de cidadania se intrometa na sua área de influência. Isto, porque lhes tira poder e alguns "tachos", leia-se serem pagos por serem incompetentes.
É minha opinião que deviamos ser como a França ou os EUA. O presidente é que manda, ponto. Evitava-se que umas centenas de "tachistas" se juntassem em duas mesas, ou seja no Palácio de Belém e em S.Bento. 

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Vítor Constâncio eleito vice-presidente do BCE

O governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, foi o nome escolhido numa eleição em que concorria contra o governador do Banco Central do Luxemburgo, Yves Mersch, e o director do Banco Central da Bélgica, Peter Praet.
O grego Lucas Papademos, que actualmente está no lugar que será ocupado por Constâncio, termina o seu mandato de oito anos em finais de Maio próximo.
Segundo regras não escritas mas aceites por todos os Estados-membros da União Europeia, dos seis lugares do conselho executivo do BCE, quatro são preenchidos pelos grandes Estados-membros da Zona Euro (Alemanha, França, Itália e Espanha), o que obriga os restantes membros a partilharem, por rotação, os dois outros cargos (vice-presidente e vogal).
Entre os países fundadores do euro, apenas Portugal, Bélgica, Luxemburgo e Irlanda ainda não integraram o comité executivo do BCE, não tendo a Irlanda apresentado qualquer candidato.
O nome «recomendado» pela maioria qualificada dos 16 ministros das Finanças da Zona Euro terá ainda de receber um «parecer» não vinculativo do Parlamento Europeu, antes de ser definitivamente aprovado pelos chefes de Estado e de Governo reunidos em Bruxelas a 25 e 26 de Março próximo.
Lusa / SOL 

MEU COMENTÁRIO: Quando todas as entidades portuguesas se congratulam com esta nomeação, é para torcer o nariz.  Sobretudo, porque é o Dr. Vítor Constâncio e a sua equipa responsável pela supervisão bancária, coisa que como se sabe falhou nestes últimos dez anos, curiosamente o mesmo tempo que tem o Euro. Assim, acho que Portugal fez um bom negócio.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Lotus revela o T127 para 2010

Retomando cores que foram míticas para a Fórmula 1, a Lotus apresentou o seu monolugar para a temporada de 2010, naquele que será o regresso do nome à categoria-rainha do automobilismo.
Apelidado T127, o novo Lotus, desenhado por Mike Gascoyne, está pintado com as cores verde e amarelo que marcaram a formação no passado, mesmo que a nova incursão do nome Lotus pela F1 decorra da iniciativa do empresário malaio Tony Fernandes.
 
In AutoSport On Line

Shuttle Silhouette

In a very unique setting over Earth's colorful horizon, the silhouette of the space shuttle Endeavour is featured in this photo by an Expedition 22 crew member on board the International Space Station, as the shuttle approached for its docking on Feb. 9 during the STS-130 mission.

Image Credit: NASA

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Endeavour Lifts Off

Space shuttle Endeavour lights up the night sky as it lifts off from Launch Pad 39A at NASA's Kennedy Space Center in Florida. The primary payload for the STS-130 mission to the International Space Station is the Tranquility node, a pressurized module that will provide additional room for crew members and many of the station's life support and environmental control systems. Attached to one end of Tranquility is a cupola, a unique work area with six windows on its sides and one on top. The cupola resembles a circular bay window and will provide a vastly improved view of the station's exterior. The multi-directional view will allow the crew to monitor spacewalks and docking operations, as well as provide a spectacular view of Earth and other celestial objects. The module was built in Turin, Italy, by Thales Alenia Space for the European Space Agency.

Image Credit: NASA/Jim Grossmann

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Autobiografia de Rosa Lobato de Faria

Quando eu era pequena havia um mistério chamado Infância. Nunca tínhamos ouvido falar de coisas aberrantes como educação sexual, política e pedofilia. Vivíamos num mundo mágico de princesas imaginárias, príncipes encantados e animais que falavam. A pior pessoa que conhecíamos era a Bruxa da Branca de Neve. Fazíamos hospitais para as formigas onde as camas eram folhinhas de oliveira e não comíamos à mesa com os adultos. Isto poupava-nos a conversas enfadonhas e incompreensíveis, a milhas do nosso mundo tão outro, e deixava-nos livres para projectos essenciais, como ir ver oscilar os agriões nos regatos e fazer colares e brincos de cerejas. Baptizávamos as árvores, passeávamos de burro, fabricávamos grinaldas de flores do campo. Fazíamos quadras ao desafio, inventávamos palavras e entoávamos melodias nunca aprendidas.

Na Infância as escolas ainda não tinham fechado. Ensinavam-nos coisas inúteis como as regras da sintaxe e da ortografia, coisas traumáticas como sujeitos, predicados e complementos directos, coisas imbecis como verbos e tabuadas. Tinham a infeliz ideia de nos ensinar a pensar e a surpreendente mania de acreditar que isso era bom.Não batíamos na professora, levávamos-lhe flores.

Dr. Fernando Nobre no III Congresso Nacional de Economistas

Na sua intervenção no III Congresso Nacional de Economistas, Nobre considerou "completamente intolerável" que exista quem viva "com pensões de 300 ou menos euros por mês", e questionou toda a plateia se "acham que algum de nós viveria com 450 euros por mês?"

Numa intervenção que arrancou aplausos aos vários economistas presentes, Fernando Nobre disse que não podia tolerar "que exista quem viva com 450 euros por mês", apontando que se sente envergonhado com "as nossas reformas".

"Os números dizem 18% de pobres... Não me venham com isso. Não entram nestes números quem recebe os subsídios de inserção, complementos de reforça e outros. Garanto que em Portugal temos uma pobreza estruturada acima dos 40%, é outra coisa que me envergonha..." disse ainda.

"Quando oiço o patronato a dizer que o salário mínimo não pode subir.... algum de nós viveria com 450 euros por mês? Há que redistribuir, diminuir as diferenças. Há 100 jovens licenciados a sair do país por mês, enfrentamos uma nova onda emigratória que é tabu falar. Muitos jovens perderam a esperança e estão à procura de novos horizontes... e com razão", salientou Fernando Nobre.

O presidente da AMI, visivelmente emocionado com o apelo que tenta lançar aos economistas presentes no Funchal, pediu mesmo que "pensem mais do que dois minutos em tudo isto". Para Fernando Nobre "não é justo que alguém chegue à sua empresa e duplique o seu próprio salário ao mesmo tempo que faz uma redução de pessoal. Nada mais vai ficar na mesma", criticou, garantindo que a sociedade "não vai aceitar que tudo fique na mesma".

No final da sua intervenção, Fernando Nobre apontou baterias a uma pequena parte da plateia, composta por jovens estudantes, citando para isso Sophia de Mello Breyner. "Nada é mais triste que um ser humano mais acomodado", citou, virando-se depois para os jovens e desafiando-os: "Não se deixem acomodar. Sejam críticos, exigentes. A vossa geração será a primeira com menos do que os vossos pais".

Fernando Nobre ainda atacou todos aqueles que "acumulam reformas que podem chegar aos 20 mil euros quanto outros vivem com pensões de 130, 150 ou 200 euros... Não é um Estado viável! Sejamos mais humanos, inteligentes e sensíveis".

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010