The Widgipedia gallery
requires Adobe Flash
Player 7 or higher.

To view it, click here
to get the latest
Adobe Flash Player.
Get this widget from WidgipediaGet this widget from WidgipediaMore Web & Desktop Widgets @ WidgipediaMore Web & Desktop Widgets @ Widgipedia

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Ferrari confirma acordo de três anos com Fernando Alonso

Agora é oficial! A Ferrari já anunciou oficialmente a contratação de Fernando Alonso, que assim vai substituir Kimi Raikkonen na equipa, com o espanhol a rubricar um contrato de três anos.
Ferrari confirma acordo de três anos com Fernando Alonso -

"Estamos orgulhosos em poder dar as boas vindas à nossa equipa a mais um piloto 'vencedor', que já demonstrou o seu grande talento, ao vencer dois Campeonatos do Mundo de F1. ", começou por referir Stefano Domenicali, acrescentando: "Queremos agradecer ao Kimi por tudo o que fez durante a sua estadia na Ferrari. Foi Campeão no primeiro ano com a equipa, e teve um papel primordial nos títulos de Construtores da equipa em 2007 e 2008.", concluiu.

In AutoSport On Line

MEU COMENTÁRIO: Primeira reacção, desconfiança. Depois que ganhe muitos títulos com a Ferrari.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Resultado Eleições Legislativas 2009

Faltando ainda contabilizar 4 deputados (círculo da Europa e círculo fora da Europa), as percentagens e o número de deputados foram:

PS – 36,6% (96 deputados)
PSD – 29,1% (78 deputados)
CDS-PP – 10,5% (21 deputados)
BE – 9,8% (16 deputados)
CDU – 7,9% (15 deputados)


Meu comentário: Os deputados do PS perdidos foram distribuídos por todos os outros partidos. Estou à espera de ver mais detalhadamente para ver se a transferência foi directa ou não. Penso que a subida do CDS foi devida à transferência de votos do PSD. A ver vamos.

E agora? Vamos ter uma solução à portuguesa? Ou seja, partido a pensar em si e que se lixe Portugal? É o mais provável!


domingo, 27 de setembro de 2009

G P Singapura - F 1

sábado, 26 de setembro de 2009

As eleições e a Mafalda

clique na imagem para aumentar

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Agências de rating injustas com bancos portugueses, diz presidente da APB

António de Sousa, presidente da Associação Portuguesa de Bancos (APB), considera que o recente corte da notação de crédito de alguns bancos portugueses é injustificado e que as agências de notação continuam descredibilizadas.
"É injusto para os bancos portugueses", afirma António de Sousa, referindo-se à recente revisão feita pela agência Moody's, sustentando que as agências "são, de longe, as entidades mais descredibilizadas desta crise".
"Depois do péssimo trabalho que fizeram antes [com avaliações muito elevadas de instituições que estavam em situações frágeis] estão agora a sobre-reagir, tentando ser demasiado rígidas", como considera ter acontecido no caso da banca portuguesa.
O presidente da APB recorda que os bancos portugueses conseguiram financiar-se no mercado mesmo em momentos mais difíceis da crise e com o crescimento do crédito malparado, que considera "ter aumentado bastante mas ainda assim de forma contida tendo em conta toda esta crise", conseguiram "resistir muitíssimo bem à crise".
O presidente da APB, que falava durante um almoço promovido pela Câmara de Comércio Americana, no final, à margem, fez também uma análise do que se tem feito em termos de regulamentação desde que a crise começou. Na sua opinião as alterações que têm sido introduzidas centram-se em "medidas burocráticas", como o controlo da comunicação com os supervisores, e não "nos aspectos essenciais para evitar novas crises", como o controlo das off shores e a regulamentação dos hedge funds e outros instrumentos financeiros complexos.

Fonte: Jornal Oje On line

MEU COMENTÁRIO: Se calhar os pressupostos para a criação e trabalho das agências de rating é que não é o mais correcto. Ou então, a nossa Banca está mesmo mal, aliás como tudo o resto.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Escândalo na Fórmula 1 - Renault com 2 anos de pena suspensa e Flávio Briatori banido

Comunicado da FIA na íntegra


"Na reunião extraordinária do Conselho Mundial do Desporto Automóvel realizado em paris, a 21 de Setembro de 2009, a ING Renault F1 ("renault F1") admitiu que a equipa conspirou com o seu piloto Nelson Piquet Jr. no sentido de causar um acidente deliberado no GP de Singapura de 2008, violando o Código Desportivo Internacional e o Código Desportivo da F1.

A Renault F1 declarou na reunião que tinha realizado uma investigação interna detalalhada, que concluiu que: (i) Flavio Briatore, Pat Symonds e Nelson Piquet Jr. haviam conspirado para causar o acidente, e (ii) nenhum outro membro da equipa estava envolvido na conspiração. A FIA conduziu a sua própria investigação detalhada e os seus resultados correspondem aos da Renault F1.

Na reunião do Conselho Mundial do Desporto Automóvel, a Renault F1 fez as seguintes sugestões na mitigação:

- Aceitou, com a maior brevidade possível, a prática dos crimes de que era acusada e cooperou plenamente com a investigação da FIA;
- Confirmou que o Sr. Briatore e Sr. Symonds estavam envolvidos na conspiração e garantiu que estes deixaram a equipa;
- Desculpou-se sem reservas à FIA e ao desporto pelos danos causados com as suas acções;
- Comprometeu-se a pagar os custos incorridos pela FIA na sua investigação; e
- a Renault (empresa-mãe, ao contrário da Renault F1) mostrou-se empenhada em fazer uma contribuição significativa para os projectos dos programas de segurança da FIA.

Nelson Piquet Jr. também se desculpou sem reservas ao Conselho Mundial pela sua parte na conspiração.

A seguinte decisão foi tomada:

O Conselho Mundial do Desporto Automóvel considera que os membros da equipa Renault F1, Flavio Briatore, Pat Symonds e Nelson Piquet Jr. conspiraram para causar um acidente deliberado no Grande Prémio de Singapura de 2008. O Conselho Mundial considera, portanto, a Renault F1, que, nos termos do artigo 123 do Código Desportivo Internacional, é responsável pelos actos de seus empregados, em violação dos artigos 151 (c) e no ponto 2 (c) do capítulo IV do Apêndice L do Código, e os artigos 3.2, 30.3 e / ou 39.1 dos regulamentos desportivos da Fórmula 1.

O Conselho Mundial considera as violações da Renault F1 no GP de Singapura de 2008 de gravidade sem precedentes. As violações da Renault F1 não apenas comprometeram a integridade do desporto, como também colocaram em perigo as vidas dos espectadores, funcionários, de outros concorrentes e do próprio Nelson Piquet Jr. O Conselho Mundial do Desporto Automóvel considera que crimes desta gravidade merecem uma desqualificação permanente do Mundial de Fórmula 1 da FIA. No entanto, tendo em conta os pontos acima mencionados na mitigação e, em particular as medidas tomadas pela Renault F1 para identificar e resolver as falhas da sua equipa e condenar as acções dos indivíduos envolvidos, o WMSC decidiu suspender a interdição da Renault F1 até ao fim da temporada 2011. O Conselho Mundial só irá activar esta desqualificação se a Renault F1 for considerada culpada de uma violação comparável durante esse tempo.

Além disso, o Conselho Mundial salienta as desculpas da Renault F1, e concorda que a equipa deve pagar os custos da investigação. Também aceita a oferta de uma contribuição significativa para o trabalho de segurança da FIA.

Quanto ao Sr. Briatore, o Conselho Mundial declara que, por um período ilimitado, a FIA não tem a intenção de sancionar qualquer evento internacional, Campeonato, Taça, Troféu, Challenge ou Série envolvendo o Sr. Briatore, a qualquer título, ou de conceder qualquer licença a equipas ou outra entidade envolvendo o Sr. Briatore, a qualquer título. Fica também mandatado que todos os funcionários presentes em eventos da FIA não permitam ao Sr. Briatore o acesso a todas as áreas sob jurisdição da FIA. Além disso, não tem a intenção de renovar qualquer superlicença concedida a qualquer piloto associado (através de um contrato de gestão ou outro) com o Sr. Briatore, ou qualquer outra entidade ou indivíduo associado Sr. Briatore. Ao determinar que as instruções sejam aplicáveis por um período ilimitado, o Conselho Mundial de Automobilismo teve em conta não só com a gravidade da violação em que o Sr. Briatore foi cúmplice, mas também as suas acções em continuar a negar a sua participação na violação apesar de todas as evidências.

Quanto ao Sr. Symonds, o Conselho Mundial declara que, por um período de cinco anos, a FIA não tem a intenção de sancionar qualquer evento internacional, Campeonato, Taça, Troféu, Challenge ou Série envolvendo o Sr. Symonds, a qualquer título, ou de concessão de qualquer licença para qualquer equipa ou outra entidade envolvendo o Sr. Symonds, a qualquer título. É mandatado, por um período de cinco anos, que todos os funcionários presentes em eventos da FIA não permitam ao Sr. Symonds o acesso a todas as áreas sob jurisdição da FIA. Ao determinar estas instruções por um período de cinco anos, o Conselho Mundial levou em conta: (i) a aceitação do Sr. Symonds que tomou parte na conspiração, e (ii) a sua comunicação para a reunião do Conselho Mundial de Automobilismo que foi para seu "arrependimento eterno e vergonha" que participou na conspiração.

Quanto ao Sr. Piquet Jr., o Conselho Mundial confirma a imunidade de sanções individuais no âmbito do Código Desportivo Internacional em relação a este incidente, que a FIA lhe tinha concedido em troca de voluntariado das suas provas.

No que se refere a Fernando Alonso, o Conselho Mundial agradece-lhe por cooperar com as investigações da FIA e por participar na reunião, e conclui que o Sr. Alonso não estava envolvido de nenhuma maneira na violação dos regulamentos da Renault F1".

In AutoSport On Line

MEU COMENTÁRIO: A justiça chega sempre. Pena é que só chegou depois da zanga de Nelson Piquet Jr com Flávio Briatori. Se ele foi banido, o piloto também devia ter sido, não?

domingo, 20 de setembro de 2009

Lubango - Agosto de 2009

Nova cor para a capelinha da Sra do Monte.
Remodelação do Aeroporto da Mucanca.

Fotos tiradas pelo Diamantino Pereira Monteiro.

Vêm aí os pagamentos por RFID (vídeo)

A MasterCard prevê lançar o serviço de pagamentos Pay Pass em Portugal até ao final do ano. O novo serviço opera através de RFID e promete reduzir filas e tempos de espera.

O Pay Pass implica a renovação dos tradicionais cartões de débito ou crédito (Multibanco e outros), com vista a instalação de uma antena que comunica com os terminais de pagamento electrónico. A antena RFID está incorporada no cartão, não sendo visível para os utilizadores.

Os cartões Pay Pass só podem ser usados em terminais equipados para operar em RFID. O serviço permite dois tipos de pagamentos: um para quantias menores que dispensa qualquer código ou senha, e outro para valores superiores, que exige a inserção do já popularizado PIN.

Entre as principais virtudes do Pay Pass encontra-se a rapidez e a comodidade: nas quantias menores, o utilizador apenas tem de passar o cartão a cerca de 10 centímetros do terminal de pagamento para saldar as contas com o lojista.

In Exame Informática On Line

MEU COMENTÁRIO: Não sei se não vai ter o mesmo fim do porta moedas electrónico, ou seja um tremendo insucesso. Isto de pagar, mesmo pequenas quantias, sem inserir o PIN, não tem muita aceitação entre nós. Porque, muitas pessoas só comunicam o extravio do cartão passado algum tempo e mesmo se se comunicar imediatamente esse extravio, o novo cartão ainda demora uns dias a ser entregue e ainda é caro. A ver vamos.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

FIA anuncia Lotus como 13ª equipa do Mundial de F1 de 2010

A FIA anunciou há pouco que a Lotus F1 será a 13ª equipa do Mundial de Fórmula 1 de 2010. A entidade máxima do desporto automóvel revelou que recebeu igualmente uma boa proposta da BMW-Sauber, mas tendo em conta a fase de incerteza que se vive em Hinwil, preferiu 'dar' o lugar à Lotus, ficando a BMW-Sauber como o 'primeiro suplente'. Curiosamente, e provavelmente devido à 'qualidade' da candidatura, a FIA pondera mesmo ver com as equipas a possibilidade de alargar a grelha do mundial de F1 a 28 monolugares, portanto, 14 equipas.
FIA anuncia Lotus como 13ª equipa do Mundial de F1 de 2010 -

Como foi noticiado há algum tempo, a Lotus será apoiada por uma empresa denominada Malaysia F1 Team, que tem o apoio do governo malaio. A FIA anunciou ainda que Mike Gascoyne sera o Director Técnico e a equipa utilizará motores Cosworth, e ficará sediada em Norfolk.

In AutoSport OnLine

domingo, 13 de setembro de 2009

G P Itália F1

sábado, 12 de setembro de 2009

Petição Pública - Regresso da Fórmula 1 a Portugal

Caros Amigos,

Acabei de ler e assinar esta petição online: «Regresso da Formula 1 a Portugal»

http://www.peticaopublica.com/?pi=PTF1

Eu pessoalmente concordo com esta petição e acho que também podes concordar.

Subscreve a petição aqui http://www.peticaopublica.com/?pi=PTF1 e divulga-a pelos teus contactos.

Obrigado.

STS-128 Comes Home


Streams of smoke trail from the main landing gear as space shuttle Discovery touches down on Runway 22L at Edwards Air Force Base to conclude the 14-day STS-128 mission to the International Space Station.

Image Credit: Jim Ross

In
http://www.nasa.gov/multimedia/imagegallery/iotd.html

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Acer apresenta Ferrari One

Acer apresentou ontem em Milão o Ferrari One. Windows 7, plataforma Vision da AMD e 160 GB de disco são algumas das características do novo modelo.

Acer apresenta Ferrari One

Apesar de ser um One, este já não será um netbook no sentido tradicional do termo.

Antes de mais, o processador: o Ferrari One vai trazer um Athlon X2 dual core L310, os novos chips de baixo consumo da AMD. A placa gráfica é uma ATI Radeon HD 3200. O utilizador pode ter até 4 GB de RAM a 800 MHz.

Todo este poder de processamento leva a que a autonomia deste portátil seja mais reduzida do que nos netbooks baseados em chips Atom.

A Acer estima que a bateria de seis células deste modelo dure cinco horas.

Este "netbook" da Acer tem 160 GB de disco rígido, leitor de cartões de memória, ecrã de 11,6 polegadas com uma resolução de 1366x768 retroiluminado com LEDs.

Em termos de ligações, o Ferrari One vai ter porta Ethernet, Wi-Fi 802.11 a/b/g e draft-N, Bluetooth e conectividade 3G (dependendo do país).

Este computador vai chegar às lojas no dia 22 de Outubro. A data coincide com o lançamento do Windows 7.

O Ferrari One vai ter Windows 7 Home Premium de 64 bits ou o Windows 7 Home Basic. Ainda não se conhece o preço final, mas a Acer aponta para valores na ordem dos 440 euros.

In

http://aeiou.exameinformatica.pt/acer-apresenta-ferrari-one=f1003375

MEU COMENTÁRIO: Ora aí está um computador a comprar. Bom, barato e Ferrari.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Santander rubrica acordo de cinco anos com a Ferrari

O Grupo Santander anunciou hoje um acordo de cinco anos com a Ferrari. A empresa, que como se sabe apoia igualmente a McLaren, passará a ser o patrocinador principal da Scuderia de Maranello, entre 2010 e 2014.

O acordo foi hoje anunciado em Monza, numa cerimónia onde estiveram presentes os presidentes da Ferrari e do Banco Santander, respectivamente, Luca di Montezemolo e Emilio Botin.

Quanto ao que muito aguardavam pudesse ser anunciado igualmente hoje, o anúncio de Fernando Alonso como piloto da Ferrari, Montezemolo já tinha dito anteriormente que hoje não iria apresentar os pilotos da Scuderia para 2010, acrescentando que estes não são escolhidos pelos patrocinadores, mas sim pela equipa.

In AutoSport On Line

MEU COMENTÁRIO: É o pré anúncio de Alonso na Ferrari. Acho que sim. Santander não patrocinava a Ferrari se Alonso não assinasse pela Ferrari. A vermos vamos.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Match Point - 2005

MEU COMENTÁRIO: Realizado por Woody Allen, um dos meus realizadores preferidos. Gostei do filme, mas não me parecia ser do Woody Allen. Achei-o diferente daquilo que nos habituou.

domingo, 6 de setembro de 2009

Rali da Austrália - Armindo Araújo Campeão do Mundo de Produção

Numa altura em que já poucos acreditavam ser possível sair da Austrália com o título no bolso, uma daquelas reviravoltas em que os ralis são pródigos permitiu a Armindo Araújo lograr alcançar o seu objectivo: Ser Campeão do Mundo de Produção, ainda que o título só seja confirmado caso o Apelo que Nasser Al-Attiyah interpôs à sua desclassificação, não seja resolvido a favor do piloto do Qatar.
Armindo Araújo Campeão do Mundo de Produção -

Depois de muito penar, e numa altura em que tentava levar o carro até ao fim nas 'pontinhas dos pés e das mãos', Armindo Araújo viu o quarto classificado, Toshi Arai, ficar pelo caminho, abrindo-se assim a janela de oportunidade necessária para a conquista do ceptro, depois duma prova muito sofrida, onde um erro no início da prova levou a que o carro ficasse afectado, e não permitisse acompanhar o ritmo dos primeiros.


A partir daí, o Mitsubishi nunca esteve em perfeitas condições, e com o acumular de troços, e um ou outro erro, foram tornando a missão ainda mais complicada, ao ponto de mesmo um piloto que sempre andou atrás de Araújo durante o ano, o conseguisse passar e distanciar-se com grande à vontade sem que o português conseguisse fazer grande coisa para virar as coisas a seu favor.

Agora resta esperar pela resolução do Apelo, para ver confirmado o segundo título de um piloto português depois de Rui Madeira ter feito o mesmo na Taça FIA de Grupo N, em 1995, o Campeonato que antecedeu o actual PWRC.

In AutoSport OnLine

MEU COMENTÁRIO - Parabéns, Armindo Araújo. Afinal, continuamos a demonstrar que temos pilotos de alto nível, e que as alegrias desportivas não vêm só do futebol.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Fisichella: "Estou no paraíso"

"É um sonho que se torna realidade, ainda não consigo acreditar que nos últimos dias realizei a pole em Spa, fui segundo na corrida e dias depois sou confirmado na Ferrari até ao final da época. Estou no sétimo céu, e quero agradecer à Ferrari e ao seu Presidente Luca di Montezemolo. Darei o meu melhor para corresponder a esta grande oportunidade que me é dada. Sei que não vai ser fácil, mas darei tudo o que tenho para alcançar os melhores resultados possíveis."

In http://continental-circus.blogspot.com/2009/09/fisichella-declara-estou-no-paraiso.html


MEU COMENTÁRIO: Fisichella merece esta oportunidade. E vai dar pontos à Ferrari.

Giancarlo Fisichella na Ferrari

Acabaram as especulações! Giancarlo Fisichella vai substituir Luca Badoer na Ferrari até ao final da época, correndo ao lado de Kimi Raikkonen, agora que é certo que Felipe Massa vai ficar de fora o resto da temporada.
Giancarlo Fisichella na Ferrari -

No comunicado emanado pela Force-India lê-se que as conversações começaram somente nas últimas 24 horas: "O Giancarlo e a sua assessoria vieram conversar comigo, e eu compreendo que para um italiano, um lugar na Ferrari é muito apetecível, e o Giancarlo não é excepção. Para além disso, este acordo assegura o futuro do Giancarlo com a Ferrari, e seria incorrecto da nossa parte não ceder, especialmente depois do fantástico contributo que ele nos deu este ano.", referiu Vijay Mallya.


O facto da Force-India dever cerca de 4 milhões de euros à Ferrari, devido ao fornecimento de motores, pesou bastante neste desfecho, e agora a porta fica aberta para Vitantonio Liuzzi, que irá realizar as duas próximas corridas do calendário com a Force-India, não sendo líquido que permaneça até ao fim do ano, porque a sua equipa está desesperadamente à procura de patrocínios que lhe permitam fazer face às suas obrigações, e não é de forma nenhuma de descartar a possibilidade de um piloto da GP2, com uma mala cheia de dinheiro, assegurar o lugar nas últimas três corridas.

In AutoSport On Line

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Earth water chega a Portugal

Arrancou esta semana em Portugal um projecto pioneiro de solidariedade.
A água embalada Earth Water é o único produto no mundo com o selo do Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), revertendo os seus lucros a favor do programa de ajuda de água daquela instituição.
A nível nacional, a Earth Water é um projecto que conta com a colaboração da Tetra Pak, do Continente, da Central Cervejas e Bebidas, da MSTF Partners, do Grupo GCI e da Fundação Luís Figo.


Com o preço de venda ao público (PVP) de 59 cêntimos, a embalagem de Earth Water diz no rótulo que «oferece 100% dos seus lucros mundiais ao programa de ajuda de água da ACNUR», apresentando, mais abaixo, o slogan «A água que vale água».

Actualmente morrem 6 mil pessoas no mundo por dia por falta de água potável. "Todos os dias morrem seis mil pessoas devido à falta de água potável e destas 80% são crianças. A cada 15 segundos morre uma criança devido a uma doença relacionada com a água.

Com 4 cêntimos, o ACNUR consegue fornecer água a um refugiado por um dia.
http://earth-water.org/

Com a criação da Earth Water pretende fazer-se a diferença e melhorar estas estatísticas assustadoras. Ao desenvolver o conceito "You Never Drink Alone" pretende-se criar solução para a falta de água mundial.


AJUDE! DIVULGUE!

The weight of water - 2000


Jean, a fotógrafa de um jornal, embarca numa viagem de barco com o seu marido Thomas, o seu cunhado Rich e a sua sedutora namorada, Adaline. Dirigem-se para a ilha de Smuttynose, na costa de New Hampshire, onde Jean irá trabalhar num duplo homicídio ocorrido em 1873: Anethe e Karen, duas jovens mulheres norueguesas, foram assassinadas enquanto uma terceira mulher, Maren, se escondeu na cave. Depressa, Jean fica obcecada com o caso. À medida que o seu casamento se deteriora, torna-se mais fascinada pela vida de Maren, que é semelhante à sua em muitos aspectos.
O passado e o presente combinam-se e misturam-se, até que o inevitável acontece de novo.