The Widgipedia gallery
requires Adobe Flash
Player 7 or higher.

To view it, click here
to get the latest
Adobe Flash Player.
Get this widget from WidgipediaGet this widget from WidgipediaMore Web & Desktop Widgets @ WidgipediaMore Web & Desktop Widgets @ Widgipedia

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Montepio ensina crianças a poupar

A Caixa Económica Montepio Geral respondeu ao repto lançado pelo European Savings Bank Group e, no âmbito da sua Política de Responsabilidade Social, criou, em Outubro de 2009, o Programa de Educação Financeira (PEF) para crianças.
Durante o primeiro semestre deste ano, foram realizadas 187 ações de formação nos distritos do Porto, Coimbra, Leiria, Lisboa, Setúbal e Faro, e ainda na cidade de Londres, que contaram com o apoio de 40 colaboradores voluntários e abrangeram 1404 crianças.
Sob o lema "Tostão a Tostão se Chega ao Milhão", o PEF tem vindo a prestar formação aos pequenos cidadãos aforradores  e a divulgar conceitos associados à poupança, ao dinheiro, à gestão dos orçamentos individuais e familiares, promovendo uma maior qualidade de vida, mais responsável e mais sustentável, e sensibilizando-os para a importância dos valores mutualistas e da entreajuda.  

Dia Mundial da Poupança

O Dia Mundial da Poupança celebra-se a 31 de Outubro.
O Dia Mundial da Poupança, foi criado com o intuito de alertar os consumidores para a necessidade de disciplinar gastos e de amealhar alguma liquidez, de forma a evitar situações de sobre-endividamento. A ideia de criar uma data especial para promover a noção de poupança surgiu em Outubro de 1924, durante o primeiro Congresso Internacional de Economia, em Milão.
A taxa de poupança em Portugal ronda os 11%. Os planos poupança reforma são das aplicações mais procuradas em Portugal. Há cerca de 15 mil milhões de euros aplicados em PPR.
Mais de 80% das famílias portuguesas recorrem ao crédito para habitação, seguido do crédito para financiamento do automóvel e por fim o crédito pessoal.

domingo, 30 de outubro de 2011

Indian Grand Prix - F 1


Sebastian Vettel tastes victory, Indian Grand Prix, Greater Noida, October 30, 2011 © Getty Images

Totta deu mais de metade do crédito no semestre

Apenas três bancos foram responsáveis por quase todo o crédito concedido no primeiro semestre.
Os bancos fecharam as torneiras do crédito devido à falta de liquidez e à necessidade de desalavancagem dos balanços. No primeiro semestre, a carteira de crédito dos bancos aumentou 6,2 mil milhões de euros, dos quais 3,3 mil milhões foram concedidos por um único banco, o Santander Totta.
A CGD e o Montepio foram responsáveis quase pela totalidade do remanescente, concedendo ambos 1,9 mil milhões de euros. Entre os dez maiores bancos, só o BCP e o banco Popular aumentaram também a carteira de crédito a clientes, embora em dimensões menores, de 88,5 milhões de euros e 25,4 milhões, respectivamente.
No extremo oposto, o BPI e o BES foram os bancos que mais cortaram no financiamento à economia, com as carteiras de crédito a encolherem de forma significativa, em 686 e 530 milhões de euros, respectivamente.
Caixa Agrícola lidera malparado
A somar aos constrangimentos de liquidez, os bancos enfrentam ainda a subida do crédito malparado. No final do primeiro semestre, a Caixa Agrícola tinha a maior percentagem de crédito em incumprimento (6,73%), seguida pelo Banif (4,49%) e BCP (4,05%).
No entanto, foi no BBVA que o malparado mais aumentou em termos percentuais nos primeiros seis meses (71,9%). Logo seguido pelo Santander Totta, que assistiu a uma subida de 38%.
Já em termos absolutos ,o BCP destacou-se, com a carteira de crédito vencido a aumentar 536,6 milhões de euros, e para Já a CGD registou uma subida de 420 milhões de euros. Entre os maiores bancos, o Popular foi o único onde o crédito vencido diminuiu face ao final de 2010.
  

domingo, 16 de outubro de 2011

Korean Grand Prix 2011 - F 1

Sebastian Vettel and Christian Horner celebrate on the podium © Sutton Images

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Pale Rider (1985)


segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Prémio Nobel da Economia 2011

Os norte-americanos Thomas J. Sargent e Christopher A. Sims ganharam hoje o prémio Nobel da Economia de 2011 pela sua "investigação empírica sobre as causas e efeitos na macroeconomia", afirmou o porta-voz da Academia Sueca das Ciências.
Segundo a Academia, os dois economistas desenvolveram métodos para estudar a relação entre a política económica e variáveis macroeconómicas, como o produto interno bruto, inflação, emprego e investimento.
A sua investigação explica que a "política afeta a economia, mas a economia também afeta política," disse o porta-voz da Academia Sueca.
Os dois são professores na Universidade de Princeton, Estados Unidos, e foram premiados pela sua investigação nas causas e efeitos na macroeconomia.
Os dois economistas vão repartir um prémio de 10 milhões de coroas suecas (um milhão de euros), uma medalha de ouro e um diploma que será entregue na cerimónia dos laureados a 10 de dezembro, que marca também o aniversário da morte de Alfred Nobel.

domingo, 9 de outubro de 2011

Sebastian Vettel - Campeão do Mundo F 1 - 2011

Sebastian Vettel was crowned double world champion at Suzuka after finishing third © Sutton Images

Japanese Grand Prix 2011 - F 1

Hélder Rodrigues sagra-se campeão no Rali dos Faraós

Hélder Rodrigues venceu hoje a derradeira etapa do Rali dos Faraós e já é campeão do mundo de Todo-o-Terreno, na categoria Cross Country Rallies World Championship.

Hélder Rodrigues sagra-se campeão no Rali dos Faraós -
Na etapa de hoje o piloto da Red Bull Yamaha TMN Team foi o mais rápido, depois de ter sido o quinto a partir para o setor seletivo, assegurando assim o título e enriquecendo um currículo que é já bastante extenso. Com o triunfo na derradeira especial, Rodrigues subiu ao segundo posto da classificação geral.

"Mais do que nunca hoje não queria correr qualquer risco, mas o facto de partir atrás favoreceu-me. Fui apanhando os meus adversários que optaram, também eles, por utilizar uma toda mais calma para finalizar o rali", referiu no final da etapa o piloto da Red Bull Yamaha TMN Team.

"Vim para esta prova para lutar por levar um título mundial para Portugal, mas para isso tinha de cumprir estas seis etapas e evitar problemas. Felizmente que correu tudo bem. Tenho trabalhado muito para atingir um patamar de topo na modalidade e este título é um justo prémio. Agora a nova meta é conseguir melhorar a minha classificação no Dakar", acrescentou o piloto, ciente do desafio que será melhorar o terceiro posto alcançado este ano na prova sul-americana.

O triunfo na prova coube a Marc Coma, batendo Rodrigues por 13 minutos na classificação geral.

Classificação da 6ª etapa: 1º Hélder Rodrigues, em 3h27m58s; 2º Chaleco Lopez, a 2m00s; 3º Jakub Przygonski, a 5m47s; 4º Marc Coma, em 6m58s.

Classificação Final: 1º Marc Coma, em 23h58m07s; 2º Hélder Rodrigues, a 13m37s; 4º Jakub Przygonski, a 22m35s.

Classificação Final do Campeonato: 1º Hélder Rodrigues, 91 pontos; 2º Jakub Przygonski, 78; 3º Marc Coma, 75. 

Ler mais: http://autosport.aeiou.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=as.stories/100514#ixzz1aH5uHcSG

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Três mulheres dividem Prémio Nobel da Paz

Dividido em três partes iguais, o Nobel deste ano vai para Ellen Johnson Sirleaf, Leymah Gbowee eTawakkul Karman, pela sua luta pela segurança e direitos das mulheres.

"Não podemos alcançar a democracia e a paz duradoura no mundo se as mulheres não tiverem as
mesmas oportunidades que os homens de influenciar o desenvolvimento em todos os níveis da
sociedade", justificou o Comité Nobel, ao anunciar que o prémio da Paz este ano vai ser dividido
em partes iguais entre três mulheres, pela sua "luta não violenta pela segurança das mulheres e pelo
direito das mulheres de participar num trabalho de construção da paz".
Ellen Johnson Sirleaf é a primeira mulher democraticamente eleita presidente. Desde a sua eleição
, em 2006, explica o Comité Nobel, contribuiu para a paz na Libéria, assim como para a promoção
do desenvolvimento económico e social do país.
Já Leymah Gbowee destacou-se pela mobilização das mulheres de várias etnias e religiões na Libéria
contra a longa guerra no país.
Tawakkul Karman teve um "papel preponderante na luta pelos direitos das mulheres e pela
democracia e paz no Iémen", tanto "antes como durante a Primavera Árabe" .

In VISÃO On Line

Nobel da Literatura para sueco Tomas Tranströmer

A Academia Sueca distinguiu, esta quinta-feira, o poeta sueco Tomas Tranströmer com o Prémio Nobel da Literatura.
O poeta sueco Tomas Tranströmer, de 80 anos e psicólogo de formação era já dado como grande favorito, no ano passado, quando os 18 membros do júri da Academia Sueca escolheram o escritor de origem peruana Mario Vargas Llosa.
A Academia Sueca distinguiu Tomas Tranströmer considerando que "através das suas imagens translúcidas e condensadas, o poeta dá-nos um novo sentido à realidade".
Tomas Tranströmer nasceu a 15 de Abril de 1931 em Estocolmo e, segundo a Academia Sueca, é "um dos poetas vivos mais traduzidos em todo o mundo", cuja obra incide sobre "a morte, a História, a memória e a natureza".
O prémio tem o valor monetário de dez milhões de coroas suecas, cerca de 1,1 milhões de euros.
A cerimónia de entrega dos Prémios Nobel 2011 realiza-se no próximo dia 10 de Dezembro, na capital sueca.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Nova habilitação profissional - Miguel Esteves Cardoso

Lambe-cus

"Noto com desagrado que se tem desenvolvido muito em Portugal uma modalidade desportiva que julgara ter caído em desuso depois da revolução de Abril. Situa-se na área da ginástica corporal e envolve complexos exercícios contorcionistas em que cada jogador procura, por todos os meios ao seu alcance, correr e prostrar-se de forma a lamber o cu de um jogador mais poderoso do que ele.

Este cu pode ser o cu de um superior hierárquico, de um ministro, de um agente da polícia ou de um artista. O objectivo do jogo é identificá-los, lambê-los e recolher os respectivos prémios. Os prémios podem ser em dinheiro, em promoção profissional ou em permuta. À medida que vai lambendo os cus, vai ascendendo ou descendendo na hierarquia.

Antes do 25 de Abril esta modalidade era mais rudimentar. Era praticada por amadores, muitos em idade escolar, e conhecida prosaicamente como «engraxanço».

Os chefes de repartição engraxavam os chefes de serviço, os alunos engraxavam os professores, os jornalistas engraxavam os ministros, as donas de casa engraxavam os médicos da caixa, etc. ..

Mesmo assim, eram raros os portugueses com feitio para passar graxa. Havia poucos engraxadores. Diga-se porém, em abono da verdade, que os poucos que havia engraxavam imenso. Nesse tempo, «engraxar» era uma atividade socialmente menosprezada.

O menino que engraxasse a professora tinha de enfrentar depois o escárnio da turma. O colunista que tecesse um grande elogio ao Presidente do Conselho era ostracizado pelos colegas. Ninguém gostava de um engraxador.

Hoje tudo isso mudou. O engraxanço evoluiu ao ponto de tornar-se irreconhecível. Foi-se subindo na escala de subserviência, dos sapatos até ao cu.

O engraxador foi promovido a lambe-botas e o lambe-botas a lambe-cu. Não é preciso realçar a diferença, em termos de subordinação hierárquica e flexibilidade de movimentos, entre engraxar uns sapatos e lamber um cu.

Para fazer face à crescente popularidade do desporto, importaram-se dos Estados Unidos, campeão do mundo na modalidade, as regras e os estatutos da American Federation of Ass-licking and Brown-nosing. Os praticantes portugueses puderam assim esquecer os tempos amadores do engraxanço e aperfeiçoarem-se no desenvolvimento profissional do Culambismo.

(...) Tudo isto teria graça se os culambistas portugueses fossem tão mal tratados e sucedidos como os engraxadores de outrora. O pior é que a nossa sociedade não só aceita o culambismo como forma prática de subir na vida, como começa a exigi-lo como habilitação profissional.

O culambismo compensa. Sobreviver sem um mínimo de conhecimentos de culambismo é hoje tão difícil como vencer na vida sem saber falar inglês."

Miguel Esteves Cardoso, in "Último Volume"