The Widgipedia gallery
requires Adobe Flash
Player 7 or higher.

To view it, click here
to get the latest
Adobe Flash Player.
Get this widget from WidgipediaGet this widget from WidgipediaMore Web & Desktop Widgets @ WidgipediaMore Web & Desktop Widgets @ Widgipedia

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Concerto comemorativo do 25.º aniversário da TSF conta com o apoio do MONTEPIO

A rádio TSF comemora 25 anos de existência e a nossa Instituição associa-se à realização do concerto de aniversário, que terá lugar na próxima sexta-feira, dia 1 de março, pelas 21h30, no Pátio da Galé, em Lisboa.
Este evento, de entrada livre, apresenta  25 músicas protagonizadas por cinco artistas: Helder Moutinho, Mazgani, Nuno Gonçalves e Sónia Tavares (The Gift), Sérgio Godinho e GNR.
O espetáculo poderá ser, também, visualizado no exterior, através de um ecrã gigante instalado no Terreiro do Paço.
 

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Fórum "Potencialidades financeiras de Alcochete" conta com a participação do Montepio

Data do Evento: 2013-02-19

O fórum "Alcochete e as suas Potencialidades Financeiras", realizado na Biblioteca Municipal de Alcochete, no dia 19 de fevereiro, contou com a presença da nossa Instituição, através de Helena Pais, gerente do Balcão Montepio daquela cidade e respetiva intervenção, que incluiu a apresentação do Portal Ei – Educação, Informação – o Portal de Educação Financeira Montepio.

Esta iniciativa da AIPD - Associação para a Inovação, Promoção e Desenvolvimento reuniu, perante uma plateia de cerca de 70 convidados, de entre empresários, estudantes, e professores, representantes de três instituições bancárias - Montepio, Caixa Geral de Depósitos e Banco Espírito Santo - que partilharam as suas visões acerca das oportunidades existentes no concelho de Alcochete, bem como soluções financeiras e conselhos práticos para a concretização de negócios e parcerias.


Fonte: Montepio |Gabinete de Relações Públicas Institucionais
 

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Cinquentenário da morte de Aquilino Ribeiro

Data do Evento: 2013-02-25

No ano em que se assinala o cinquentenário da morte de Aquilino Ribeiro, a Associação Portuguesa de Escritores preparou sete momentos de evocação nacional para celebrar a efeméride.
No próximo mês de maio, completam-se 50 anos sobre a morte de Aquilino Ribeiro. A Associação Portuguesa de Escritores comemora o acontecimento com um conjunto de iniciativas coordenadas pelo escritor Luís Machado às quais o Montepio se associou, no âmbito do apoio a iniciativas culturais nacionais.

O programa “Aquilino – Cinquentenário da Morte” integra um ciclo de conferências e debates com intervenção de individualidades da cultura portuguesa, algumas das quais que tiveram contacto direto com Aquilino Ribeiro.

O arranque das comemorações está previsto para o próximo dia 25 de fevereiro de 2013, no Panteão Nacional, às 18h30, tendo por tema “Aquilino – O Homem e o Escritor”, e conta com as intervenções de António Valdemar, José Manuel Mendes, Mário de Carvalho, Serafina Martins e moderação de Luís Machado.

O programa prossegue, no dia 19 de março, às 18h30, na Assembleia da República, onde terá lugar a mesa-redonda “Aquilino – O Tempo da Clandestinidade e dos Exílios”, com a participação de Alfredo Caldeira, Fernando Rosas, Mário Cláudio e moderação de José Manuel Mendes.

A 27 de maio, dia da morte do escritor, realizar-se-á um jantar/tertúlia, com o tema “De Garfo e Faca com Aquilino”, no Café Martinho da Arcada, pelas 20h00, onde Luís Machado debaterá a importância que a gastronomia ocupou na vida do autor e na sua obra. Esta jornada de convívio será moderada por António Valdemar.

Todas as sessões têm entrada livre, à exceção do jantar de encerramento, que necessita de marcação prévia e tem um custo de 25 euros por pessoa. Se desejar efetuar reserva, contacte a Associação Portuguesa de Escritores através do nº 213 971 899 ou envie um e-mail para info@apescritores.pt

Sabia que…

Aquilino Ribeiro, nasceu em 1885, em Carregal de Tabosa, concelho de Sernancelhe, e morreu em Lisboa em 1963. Incontestavelmente um dos maiores vultos da literatura portuguesa de século XX, é autor de uma vastíssima obra com incursões pelo romance, novela, conto, teatro, ensaio, literatura biográfica, entre outras, foi o primeiro presidente da Sociedade Portuguesa de Escritores (da qual era sócio n.º 1).

Fonte: Montepio | Direção de Marketing

Oscares 2013

Lista completa de vencedores
Melhor Filme: Argo
Melhor Realizador: Ang Lee, por A Vida de Pi
Melhor Ator: Daniel Day-Lewis, por Lincoln
Melhor Atriz: Jennifer Lawrence, por Guia Para Um Final Feliz
Melhor Ator Secundário: Christoph Waltz, por Django Libertado
Melhor Atriz Secundária: Anne Hathaway, por Os Miseráveis
Melhor Filme Estrangeiro: Amor (Áustria)
Melhor Filme de Animação: Brave - Indomável
Melhor Argumento Original: Django Libertado
Melhor Argumento Adaptado: Argo
Melhor Design de Produção: Lincoln
Melhor Fotografia: A Vida de Pi
Melhor Guarda-Roupa: Anna Karenina
Melhor Montagem: Argo
Melhor Caracterização: Os Miseráveis
Melhor Banda-sonora Original: A Vida de Pi (Mychael Danna)
Melhor Canção Original: Skyfall (Adele), 007 Skyfall
Melhor Edição de Som: Os Miseráveis
Melhores Efeitos Visuais: A Vida de Pi
Melhor Documentário (Longa-metragem): Searching for Sugar Man, de Malik Bendjelloul e Simon Chinn
Melhor Documentário (Curta-metragem): Inocente, de Sean Fine e Andrea Nix Fine
Melhor Curta-metragem de Animação: Paperman, de John Kahrs
Melhor Curta-metragem de Imagem Real: Curfew, de Shawn Christensen

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Comunicado da Junta de Freguesia da Trafaria - Contentores ameçam a Trafaria

Subscrevo.

Mitos e paradoxos da história económica - Paul Bairoch - Editora Terramar - 1993

Certos mitos económicos têm uma longa vida. A ideia de considerar o século XIX como o paraíso do livre-câmbio ou então a de que a prosperidade do Ocidente foi construída tendo por fundação a pilhagem das colónias alimentam tantos certos entusiasmos como certos repúdios. Mas o seu principal inconveniente reside na sua falsidade.
Paul Bairoch, que foi um reputado especialista da história económica, empreendeu neste livro, unanimemente reconhecido como um ensaio lúcido e de grande riqueza documental, a difícil tarefa de demolir uma vintena de ideias feitas, largamente difundidas.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Colors of the Innermost Planet

This colorful view of Mercury was produced by using images from the color base map imaging campaign during MESSENGER's primary mission. These colors are not what Mercury would look like to the human eye, but rather the colors enhance the chemical, mineralogical, and physical differences between the rocks that make up Mercury's surface.

Image Credit: NASA/Johns Hopkins University Applied Physics Laboratory/Carnegie Institution of Washington

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Patch Adams - 1998

http://www.patchadams.org/


Hunter Doherty "Patch" Adams (Washington D.C., 28 de maio de 1945) é um médico norte-americano, famoso por sua metodologia inusitada no tratamento a enfermos. Formado pela Virginia Medical University, também fundou o Instituto Gesundheit em 1971[1].
Em um programa de entrevistas na televisão brasileira (Roda Viva), em 2007, Patch Adams afirmou que nunca disse que "rir é o melhor remédio", e sim que o riso "faz parte de um contexto". Na verdade, seu lema era "a amizade é o melhor remédio". Disse também ter uma Biblioteca de 18.000 volumes e que lê muita poesia, adora os poemas de Pablo Neruda, porque segundo ele, a poesia nos dá amor. Criticou as pessoas que têm muito dinheiro e nada fazem pelos menos favorecidos, usando o termo "lixo" para definí-las. E renegou o filme "Patch Adams" de Tom Shadyac, dizendo que ele não condiz com a verdade; criticou o Governo Americano, a quem chamou de "Terrorista", assim como as indústrias de medicamentos, que só visam os lucros bilionários. Sua filosofia de vida é o amor, não apenas no âmbito hospitalar, mas em nossas relações sociais como um todo, independente de lugar. Tem por opinião que o objetivo do médico não é curar e sim cuidar. Cuidar com muito amor, tocando nos doentes, olhando em seus olhos, sorrindo...
Aos 16 anos de idade, após perder o pai e ter sido deixado pela namorada, vivenciou uma grave crise depressiva e internou a si próprio numa clínica psiquiátrica. Lá chegou à conclusão que cuidar do próximo é a melhor forma de esquecer os próprios problemas e, melhor ainda, se isto for feito com muito bom humor e principalmente amor. Nos anos 60, um de seus melhores amigos foi assassinado. Dois anos depois, ingressa na faculdade de medicina de Virginia, onde se tornou conhecido pela sua conduta excessivamente feliz e apaixonada pelos pacientes. Ao término da faculdade, em 1972, fundou o Instituto Gesundheit. Em 1980 adquiriu 317 acres de terra montanhosa em West Virgínia para a implementação física do instituto, o qual presta assistência sem nenhum tipo de cobrança financeira. E em 1976 seu melhor amigo morre atacado por um psicopata e não sua namorada como mostra o filme. Ele fica depressivo, mas acalma-se com o tempo.
Convencido da conexão poderosa entre o ambiente e o bem estar, acredita que a saúde de um indivíduo não pode ser separada da saúde da família, da comunidade e do mundo.
Atualmente Patch e sua trupe de palhaços viajam pelo mundo para áreas críticas em situação de guerra, pobreza e epidemia, espalhando alegria, o que é uma excelente forma de prevenir e tratar muitas doenças. Além de médico, humorista, humanista e intelectual, Patch é também um ativista em busca da paz mundial. Segundo ele, seu intuito não é apenas mudar, através do humor, a forma como a medicina é praticada hoje. Patch traz uma mensagem de amor ao próximo que, se praticada por todos nós, certamente irá mudar o mundo para melhor. O filme mostra os conflitos que a medicina apresentava na época e continua ainda nos dias de hoje, apesar da semente plantada.
Patch Adams também é autor de dois livros: “House Calls: how we can heal the world a visit at time” e “Gesundheit!: Good Health is a Laughter Matter ”. Este último inspirou o filme “Patch Adams - O Amor é contagioso” de 1998, baseado na história de Patch e tendo Robin Williams como seu intérprete.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

The Rebound - 2009


Marcas de Cigarros

 SG VENTIL
 SG GIGANTE
SG FILTRO

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Taking Chance - 2009


domingo, 17 de fevereiro de 2013

41a edição do Mundial de Hóquei em Patins - Angola - 2013

Entre 20 e 28 de Setembro, a bola vai rolar nos sticks das melhores seleções do mundo, nas cidades de Luanda e do Namibe.
É a 41ª edição do Mundial de Hóquei em Patins e o logotipo faz a ligação entre a modalidade e a cultura angolana.
A cultura tchokwe é usada para grandes celebrações e o atleta com a máscara significa a celebração de um grande acontecimento.
E Angola vai viver o melhor campeonato do mundo de sempre!

sábado, 16 de fevereiro de 2013

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Isto não é jornalismo

Em Portugal como no resto do mundo - Onda de despedimentos na banca vai continuar em 2013

Os trabalhadores da banca vão voltar a ser afectados pelo desemprego em 2013, com a saída já esperada de pelo menos 700 funcionários, de acordo com os planos de emagrecimento das instituições já conhecidos. 
Em 2012, mais de 1.500 funcionários saíram dos cinco principais bancos (BCP, BES, BPI, Caixa Geral de Depósitos e Santander Totta), a que se somaram mais de 500 do Banif, 200 do Barclays e 99 do BIC (que dispensou estes trabalhadores que pertenciam ao ex-BPN).
 Para 2013, o corte de custos com pessoal vai continuar num momento em que os bancos têm de se reestruturar, não só para fazer face ao clima de recessão, mas também para cumprir eventuais imposições da 'troika' como contrapartida às injecções de capital público.
 Depois de em 2012 o BCP ter terminado com menos 977 trabalhadores em Portugal (dos quais 626 através do programa de rescisões amigáveis), este ano o banco prevê reduzir o número de trabalhadores entre 200 a 250.
 O presidente do BCP, Nuno Amado, disse que até 2017 (enquanto o banco estiver a ser alvo de recapitalização pública), é objectivo da gestão proceder a "saídas naturais de 200 a 250 pessoas por ano" devido à menor procura de serviços bancários e ao uso crescente de meios electrónicos pelos clientes.
 Ainda assim, Nuno Amado não pôs completamente de parte um processo mais agressivo de saída de colaboradores: "Isto não quer dizer que se as condições de enquadramento se alterarem ou se houver alguma outra evolução, as coisas não tenham de ser ajustadas".
Também o BES quer reduzir um número considerável de trabalhadores este ano. O presidente do banco, Ricardo Salgado, disse na apresentação de resultados do grupo que o BES quer cortar este ano 224 trabalhadores em Portugal através de rescisões amigáveis e de reformas. O ano passado, o banco perdeu 136 trabalhadores.
 Já a Caixa Geral de Depósitos (CGD) e o BPI também prevêem fazer reduções de pessoal em 2013, mas sem adiantar números.
 O banco liderado por Fernando Ulrich acabou 2012 com menos 258 trabalhadores, ao passo que no banco público saíram mais de 100. O presidente da instituição, José de Matos, disse na apresentação de contas anual que quer continuar a reduzir pessoal mas sem recorrer a uma "política de despedimentos agressiva".
 No Santander Totta, de onde saíram 110 trabalhadores em 2012, a intenção é que saiam mais 90 este ano.
 Por fim, o Barclays também está a diminuir os recursos humanos que tem em Portugal, devendo anunciar esta terça-feira o encerramento de cerca de 100 agências e a redução de, pelo menos, 300 trabalhadores


Barclays fecha 100 agências e despede 300 pessoas

por Lusa, publicado por Ana Meireles

O Barclays vai anunciar uma reestruturação da operação em Portugal na área do retalho que passa pelo encerramento de cerca de 100 agências e a redução de, pelo menos, 300 trabalhadores, confirmou a Lusa junto de fonte do banco.
Estes cortes para Portugal deverão ser conhecidos esta terça-feira, no âmbito de um plano de reestruturação mais alargado que prevê ainda, segundo o jornal britânico Financial Times, a supressão de dois mil postos de trabalho só na banca de investimento.
Contactado pela Lusa, fonte oficial do Barclays não quis comentar.
"As informações que temos é que os cortes em Portugal vão atingir entre 300 a 400 trabalhadores, tendo sido decidido o encerramento de cerca de 100 agências" bancárias, disse uma fonte do banco à Lusa, que pediu para não ser identificada.
Trata-se de "uma redução de mais de um terço das agências que o banco tem em Portugal", sublinhou a mesma fonte.
Em 2012, tal como a Lusa noticiou a 22 de fevereiro, o Barclays encerrou 19 das suas 279 agências em Portugal, na sequência do plano de redução da base de custos no país. Na altura, fonte oficial do banco disse à Lusa que esta redução da rede não implicava despedimentos, mas confirmou a abertura de um plano de rescisões amigáveis, que teve a adesão de cerca de 200 trabalhadores. 

domingo, 10 de fevereiro de 2013

CAN 2013: Nigéria vence Burkina Faso e é campeã pela terceira vez

A Nigéria conquistou hoje pela terceira vez a Taça das Nações Africanas, depois de derrotar o Burkina Faso, por 1-0, na final da 29.ª edição, disputada no Soccer City, em Joanesburgo.

Um golo de Sunday Mba, aos 40 minutos, deu o terceiro título às “Super Águias”, depois de 1980 e 1994, tornando a Nigéria, do defesa Elderson (Sporting de Braga) na única equipa com três títulos, atrás de Camarões e Gana (ambos com quatro) e do Egito, sete vezes campeão continental.

O Burkina Faso chegou pela primeira vez à final da competição, mas não conseguiu inscrever o seu nome nos países campeões africanos.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Estónia: Crowdfunding: o futuro dos bancos

8 fevereiro 2013 European Voice Bruxelas

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Marcas de Cigarros

Século - Madeira - Portugal

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

domingo, 3 de fevereiro de 2013

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

2013 designado "Ano Europeu dos Cidadãos" pela Comissão Europeia

A cidadania da União e os direitos que lhe são inerentes constituem um dos principais pilares da União Europeia (UE). Com a celebração do vigésimo aniversário da introdução da cidadania da União pelo Tratado de Maastricht, a 1 de novembro de 1993, a Comissão Europeia propôs que 2013 fosse designado o “Ano Europeu dos Cidadãos”.
 
O objetivo do "Ano Europeu dos Cidadãos" consiste em facilitar aos cidadãos da União o exercício do seu direito de circular e residir livremente no território da UE, assegurando um fácil acesso às informações sobre os seus direitos.
Decorridos 20 anos após a criação da cidadania da União, registaram-se francos progressos que afetam diretamente a vida de milhões de pessoas: as atuais deslocações ao estrangeiro são feitas a custo reduzido, facilitado na passagem das fronteiras, em viagens organizadas com garantia, acesso a sistemas de saúde e redução do custo das chamadas telefónicas internacionais, entre outros.
Deste modo, pretende-se que se atinjam, os objetivos determinados para este ano e que são:
  • sensibilizar os cidadãos para o seu direito de residir livremente na União Europeia;
  • sensibilizar os cidadãos para a forma como podem beneficiar dos direitos e políticas da UE e estimular a sua participação ativa no processo de elaboração das políticas da União;
  • estimular o debate sobre o impacto e o potencial do direito de livre circulação, em especial em termos de reforço da coesão e de compreensão mútua.
Neste contexto, ao longo de 2013, serão organizados uma série de eventos na UE como conferências e seminários, nacionais, regionais ou locais, e reforçada a visibilidade dos portais multilingues “Europe Direct” e “A sua Europa”, enquanto elementos-chave de um “balcão único” de informação sobre os direitos dos cidadãos da União e o papel de instrumentos, como o SOLVIT, de resolução de questões que facilitem a defesa dos direitos dos cidadãos da União.
 

Montepio na vice-presidência da APCE


Novos órgãos sociais tomaram posse e desenvolvem projeto até final de 2015
A nova equipa de gestão da Associação Portuguesa de Comunicação de Empresa (APCE), eleita para o triénio 2013-2015, é liderada por Eduardo Guedes de Oliveira que partilhará a missão com outros profissionais, entre os quais Rita Pinho Branco, Responsável pelo GRPI do MONTEPIO, na qualidade de vice-presidente.
O projeto de gestão alinha pelo objetivo de “Evoluir rumo ao futuro” e propõe-se, entre outros desafios, reforçar a imagem e credibilidade dos gestores de Comunicação e Relações Públicas; aprofundar e promover o desenvolvimento da comunicação nas empresas e organizações e reforçar a abrangência da Associação através da admissão de novos associados.
Para Rita Pinho Branco, a presença do Montepio na vice-presidência da APCE, que tantas vezes distinguiu os projetos de comunicação desenvolvidos na nossa Instituição, “reveste-se de enorme importância, porquanto atesta o reconhecimento da competência do Montepio na esfera da Comunicação Organizacional e do modo como sempre nos empenhámos em projetos de valorização e afirmação da comunicação organizacional e das relações públicas, ferramentas determinantes para o sucesso empresarial junto dos públicos internos e externos.”

Quem integra a nova Direção da APCE:

Presidente
Eduardo Guedes de Oliveira (Galp Energia)
 
Vice-presidentes
Rita Pinho Branco (Caixa Económica Montepio Geral)
António Rapoula (Sócio individual)
 
Vogais
Lara Campos Tropa (IBM Portugal)
Miguel Salema Garção (CTT – Correios de Portugal)
Margarida Glória (EDP – Energias de Portugal)
Jorge Azevedo (Guess What)
 
Suplentes
Joana Garoupa (Siemens)
Ricardo Carvalho (Lisbon Project)
José Luís Cavalheiro (Sócio individual)
José Gabriel Andrade (Sócio individual)

Fonte: Montepio | Gabinete de Relações Públicas Institucionais

TVI lança Menos TVI com programação para pessoas inteligentes

A TVI está viciada em lançar canais temáticos no cabo. Depois do + TVI, a Media Capital vai lançar a Menos TVI, um canal que pretende atingir um público-alvo que nunca foi aposta da TVI.
“O Menos TVI destina-se a pessoas com boa capacidade cognitiva, sentido crítico, elevada formação cultural e intelectual, bem informadas e avessas à banalidade.
Para concretizar este projeto foi preciso começar do zero.
Isto é absolutamente inovador, arrojado e revolucionário.
Nunca ninguém trabalhou assim na TVI, é uma loucura!, explicou o responsável pelo novo canal. JH
 

ANTÓNIO JACINTO (1924-1991) - Poeta Angolano

António Jacinto, cujo nome completo é António Jacinto do Amaral Martins, nasceu em Luanda em 1924 e faleceu em 1991. Orlando Távora é o pseudónimo utilizado por António Jacinto como contista.
Por razões políticas esteve preso entre 1960 e 1972. Militante do MPLA, foi co-fundador da União de Escritores Angolanos, membro do Movimento de Novos Intelectuais de Angola e participou activamente na vida política e cultural angolana. Foi empregado de escritório e técnico de contabilidade, Ministro da Educação de Angola e Secretário de Estado da Cultura.



Monangamba

Naquela roça grande não tem chuva
é o suor do meu rosto que rega as plantações:

Naquela roca grande tem café maduro
e aquele vermelho-cereja
são gotas do meu sangue feitas seiva.

          O café vai ser torrado
pisado, torturado,
vai ficar negro, negro da cor do contratado.

Negro da cor do contratado!

Perguntem às aves que cantam,
aos regatos de alegre serpentear
e ao vento forte do sertão:


Quem se levanta cedo? quem vai à tonga?
Quem traz pela estrada longa
a tipóia ou o cacho de dendém?
Quem capina e em paga recebe desdém
fuba podre, peixe podre,
panos ruins, cinqüenta angolares
"porrada se refilares"?

Quem?

Quem faz o milho crescer
e os laranjais florescer
- Quem?

Quem dá dinheiro para o patrão comprar
maquinas, carros, senhoras
e cabeças de pretos para os motores?

Quem faz o branco prosperar,
ter barriga grande - ter dinheiro?
- Quem?

E as aves que cantam,
os regatos de alegre serpentear
e o vento forte do sertão
responderão:
                      - "Monangambééé..."

Ah! Deixem-me ao menos subir às palmeiras
Deixem-me beber maruvo, maruvo
e esquecer diluído nas minhas bebedeiras

                         - "Monangambééé..."

Apresentação do novo Ferrari F 138 - F 1 - 2013