The Widgipedia gallery
requires Adobe Flash
Player 7 or higher.

To view it, click here
to get the latest
Adobe Flash Player.
Get this widget from WidgipediaGet this widget from WidgipediaMore Web & Desktop Widgets @ WidgipediaMore Web & Desktop Widgets @ Widgipedia

domingo, 25 de setembro de 2011

Singapore Grand Prix - F 1

Sebastian Vettel raises his trophy on the podium, Singapore Grand Prix, Marina Bay, September 25, 2011
© ESPN EMEA Ltd.

domingo, 11 de setembro de 2011

Italian Grand Prix - F 1

Sebastian Vettel celebrates his victory, Italian Grand Prix, Monza, September 11, 2011
© ESPN EMEA Ltd.

Existe apenas um fundo português de acções positivo este ano

A fuga de capitais dos fundos de investimento portugueses este ano já é superior a dois mil milhões de euros.
É gerido pelo Montepio e investe em farmacêuticas. O Montepio Euro Healthcare ganha uns marginais 0,34% desde o início do ano, o suficiente para conquistar a ‘pole position' entre o universo dos fundos de acções geridos por casas nacionais. Entre os 51 fundos de acções geridos em Portugal, 43 fundos perdem mais de 10% em 2011. Um sinal da sangria que se vive nos mercados globais, embora alguns destes fundos tenham mesmo um desempenho inferior aos índices de referência. Por exemplo, apenas um fundo de acções América do Norte perde menos desde o início do ano, do que o S&P 500, que cai 5,24% em 2011.
Performances que justificam a fuga dos investidores dos fundos de investimento portugueses cujos resgates líquidos, desde o início do ano, já ultrapassam os dois mil milhões de euros, um dos valores mais altos de sempre. As subscrições em Agosto bateram mesmo mínimos históricos nos 204 mil euros. Por outro lado, grande parte deste capital tem sido alocado em depósitos a prazo, quer por procura dos clientes quer por sugestão dos próprios bancos que assim captam a necessária liquidez à desalavancagem do sector. Para os clientes, em alguns casos, poderá haver vantagem nesta mudança, tendo em atenção as comissões associadas aos fundos. No entanto, ao optar pela segurança dos depósitos também abdicam da possibilidade de ganhos superiores, caso os mercados ajudem, o que não tem acontecido.
A performance do Montepio Euro Healthcare não de deve apenas à qualidade da gestão mas beneficia igualmente do comportamento do sector este ano. O sector dos cuidados de saúde lidera os índices de referência na Europa, EUA e o próprio MSCI World. Nos EUA, o sector ganha mais de 38% desde o início do ano, enquanto o sector global sobe 0,92%. No entanto, o fundo do Montepio investe apenas em acções cotadas na União Europeia, Suíça e Noruega. As principais posições do fundo pertencem às grandes farmacêuticas europeias, como a Sanofi, a Roche, a Novartis ou a GlaxoSmithKline. Entre as dez maiores posições do fundo, destaque para a inglesa Shire, que ganha 27,7%. A empresa desenvolve novas teraupêuticas principalmente para problemas de défice de atenção e desordens de hiperactividade, e doenças gastrointestinais e renais. Em contrapartida a alemã Bayer lidera as descidas, com uma queda de 28,8% desde o início do ano. O Montepio Healthcare rende 3,16% a 12 meses e 8,41% a 24 meses.
Mas existem também outras alternativas para quem quer investir em acções. Por exemplo, o fundo mais rentável entre todos os produtos comercializados em Portugal, incluindo casas de investimento estrangeiras, é um fundo de acções da JP Morgan que investe em Singapura. Ganha 39,5% a 12 meses.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

The boys are back - 2009

Excelente filme.

Apocalypto - 2006

Violento. Poderoso. Real. Magnífico.

sábado, 3 de setembro de 2011

Radio - 2003

Based on a true story, RADIO tells the tale about a mentally handicapped African American gentleman named James Kennedy and how his unlimited love impacted the whole of Hannah, South in the 1970's.

Excelent.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Encerradas Festas da Senhora do Monte 2011 - Lubango


Lubango - A XXV edição das tradicionais Festas da Senhora do Monte, que homenageia a padroeira da cidade do Lubango (Nossa Senhora da Conceição), terminaram na noite desta segunda-feira, após a realização, um dia antes, do último evento, os "200 km da Huíla".
Abertas a 30 de Julho, este centenário evento, um dos mais tradicionais do país, viu realizar actividades culturais, religiosas, desportivas, económicas e políticas.
 A feira agropecuária e a industrial da Huíla foram os eventos de maior cartaz no segmento económico.
Cerca de mil e 200 animais diversos estiveram expostos e mais de 400 foram leiloados durante a actividade, que durou cinco dias e reuniu 43 maiores pecuaristas do país.
Já a Expo/Huíla, maior bolsa de negócios do sul de Angola, juntou 130 empresas entre nacionais e estrangeiras, cujo volume de negócios se fixou nos três milhões de dólares.
No desporto a reverência vai para os "200 quilómetros da Huíla" e o Grande Prémio em Motos, ganhos, respectivamente pelo piloto huilano, Sandro Dias, do grupo SRR, ao volante de um Radical e o concorrente de Luanda, Hélder Coelho "Vuty".
A segunda etapa do circuito nacional de voleibol de praia ganha pela dupla sénior feminina Célia/Surama, da província do Namibe, o Festival Multidisciplinar da Juventude, tiro aos pratos foram outras realizações deste ramo durante os 30 dias de festa.
A eleição de Francinete da Conceição como Miss/Huíla 2011/12, de entre 13 outras candidatas, o Huíla Fashion, que reuniu 40 manequins e o ciclo de cinema comunitário foram os realces.
No segmento político, 400 militantes do MPLA do município do Lobito, província de Benguela, visitaram a província e trocaram experiências com homólogos locais.
As festas de Nossa Senhora do Monte remontam de 15 de Agosto de 1902, quando o padre Manuel Luz celebrou uma missa campal diante da imagem de Nossa Senhora da Conceição, na paróquia da Sé Catedral, sendo o principal cartão de visita da cidade do Lubango, sede capital da província da Huíla.
Fonte: ANGOP e Portal Sapo Angola

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Museo Automovilistico de Málaga

http://www.museoautomovilmalaga.com/
Visitar um museu de automóveis em Málaga, e verificar que quase todos os carros têm matrícula portuguesa, tem uma explicação.
João Magalhães, português, ofereceu a sua colecção de automóveis para exposição em Espanha, e a cidade de Malága foi aquela que se mais se interessou.
O edifíco é magnifíco (antiga fábrica de tabacos) e a exposição está muito bonita.






Lucro do Montepio desce 83,7% até Junho

Os custos de integração do Finibanco e um aumento das provisões provocaram uma queda dos lucros do Montepio para 5,068 milhões de euros.
O Montepio Geral registou uma queda dos lucros de 25,5 milhões de euros em Junho face ao ano anterior, atingindo um lucro de 5,068 milhões de euros, em termos consolidados.
Segundo Tomás Correia, presidente do banco, esta quebra é explicada pelos custos da integração do Finibanco, "que está a ser feita a um ritmo acelerado" e com o aumento substancial das provisões. "Apesar do crédito vencido a mais de 90 não ter aumentado, decidimos aumentar as provisões para fazer face à conjuntura económica adversa", diz Tomás Correia.
O banco da Associação Mutualista, registou um aumento dos custos de 24,7%, o que equivale a custos operacionais de 30,47 milhões de euros. A progressão dos gastos operacionais foi determinada pelos custos de integração do Finibanco, pelas contribuições com reformas antecipadas e pelo aumento dos custos com a integração dos colaboradores na segurança social; refere o Relatório e Contas do Montepio.
Por outro lado, as provisões subiram 26,4%, ou seja cerca de 16 milhões de euros. Destas, cerca de 7,9 milhões foram para imparidades de crédito "para fazer face ao aumento de risco de alguns segmentos de actividade", refere o banco. Tudo isto abate à rubrica dos resultados, o que justifica a maior parte da queda. O banco teve ainda uma queda de 21% com resultados de mercado.
O banco liderado por Tomás Correia viu assim a rentabilidade descer colossalmente: a rendibilidade do capital próprio (ROE) situou-se em 0,89 % em Junho o que compara com 5,18% em 2010.
De resto nas rubricas principais o Montepio registou uma performance positiva. Apesar da queda dos lucros, o Montepio Geral aumentou a margem financeira para 22,6% para 158,34 milhões de euros. As comissões líquidas aumentaram no ano 25,4% para 43,7 milhões de euros. Ao todo o produto bancário subiu 10,1% em Junho face ao período homólogo do ano anterior.
O Montepio apresentou ainda um rácio de transformação de depósitos em crédito (que mede o grau de alavancagem) de 135,56% e rácios de capital confortáveis. O Core capital está nos 9%, mínimo exigido pela troika. Para o ano o Montepio terá de reforçar este rácio para 10%, tal como o resto do sector.